Problemáticas de Investigação - Análise Design Based Research

16-02-2012 05:25

Enquadramento

No âmbito da unidade curricular de Metodologias de Investigação em Educação, para a realização da atividade 4, foi proposta a análise e discussão de um método de investigação inovador: Design Based Research (DBR).

 

Foram indicadas por parte do docente as questões orientadores de forma a ser elaborada uma reflexão sobre o tema:

1) Quais os aspetos mais inovadores da abordagem apresentada?

2) De que forma se relaciona com as abordagens tradicionais descritivo/qualitativo e/ou experimental/quantitativo?

3) Que dificuldades antecipam na sua implementação?

4) Quais as principais implicações/conclusões?

 

Antes de efetuar a reflexão, foi efetuada uma pesquisa sobre este método de investigação, investigação aplicada sobre o desenho (Design Based Research)(DBR) de forma a clarificar e entender quais as bases deste tipo de investigação.

 

Em linhas gerais, este tipo de pesquisa, a DBR, caracteriza-se: pelo foco em problemas educativos complexos situados nos contextos de ensino-aprendizagem; pela colaboração intensa entre pesquisadores e sujeitos envolvidos nas práticas pedagógicas - professores e alunos; pelo desenvolvimento de experiências/intervenções educativas para contribuir na solução desses problemas; pela integração de teorias educacionais, tanto para compreender os problemas quanto para desenvolver intervenções, e pela realização de um processo cíclico de análise, desenvolvimento, avaliação e redesign das intervenções, em que cada ciclo constitui uma oportunidade de pesquisa tanto sobre o próprio desenvolvimento quanto sobre as experiências de ensino-aprendizagem proporcionadas pela intervenção (Wang, Hannafin, 2005).

 

Artigo Seleccionado: 

“Desenvolvimento de um ambiente virtual para o ensino da medicina por uma equipa multidisciplinar: fatores que influenciam a análise do problema educativo” http://www.scielo.br/pdf/icse/2010nahead/aop4310.pdf

Este trabalho relata a negociação de uma equipa multidisciplinar, formada por professores de um curso de Medicina e pesquisadores em Tecnologia Educacional em Saúde, durante a fase de análise do problema educativo, numa atividade de pesquisa baseada em design de um ambiente virtual de aprendizagem – o Ambiente “Vivências”.

 

O objetivo do “Vivências” é explorar os recursos da internet para oferecer, a alunos do curso de Medicina, novos espaços para vivenciarem a experiência de adoecimento e tratamento, a partir de narrativas dos pacientes.

 

Neste estudo, foram identificados e analisados os aspetos que influenciaram a negociação da equipa na definição do problema educativo, dos objetivos do ambiente e da teoria norteadora para o seu desenvolvimento com base no método de investigação aplicada sobre o desenho (DBR).

 

Questões orientadoras

1) Quais os aspetos mais inovadores da abordagem apresentada? 

 

A investigação analisada apresenta como aspetos inovadores caraterísticas de trabalho colaborativo entre investigadores e professores em Medicina, de forma a explorar os recursos de interação e comunicação da Web 2.0, como possíveis caminhos a serem explorados para oferecer, aos alunos, novos espaços para experimentarem e vivenciarem o fenômeno do adoecimento e tratamento em sua diversidade e complexidade (Struchiner, 2008).

 

No artigo analisado o método escolhido foi a “técnica de análise temática, que consiste na classificação do texto em temas, sendo necessário identificar os núcleos de sentido que compõem a comunicação”, assim sendo, esta técnica está dividida em três etapas: “pré-análise, exploração do material e tratamento e interpretação dos resultados”.

 

No processo de construção coletiva verifica-se a existência de três métodos principais, focados nomeadamente no aluno, no ambiente virtual e método de aprendizagem.

 

Este processo de investigação é importante uma vez que nos permite compreender como, quando e porquê, estas inovações do campo educacional funcionam na prática. 

 

 

 

2) De que forma se relaciona com as abordagens tradicionais descritivo/qualitativo e/ou experimental/quantitativo?

 

Este método de investigação destaca-se por utilizar um grande conjunto de técnicas e métodos que podem ser comuns às abordagens tradicionais, contudo destaca-se porque se realiza em contextos reais contemplando o máximo de variáveis possíveis de forma a permitir uma análise o mais precisa possível.

 

No artigo selecionado, o problema educativo discutido foi o modelo tradicional da formação médica e a necessidade de se criarem oportunidades pedagógicas que valorizassem a experiência subjetiva dos pacientes como um caminho para transformar a relação médico-paciente.

 

Embora a investigação contemple abordagens mais tradicionais, uma vez que a mesma é baseada em dados reais registados, neste caso, o relato das várias discussões, a experiência, a complexidade e as limitações existentes são evidenciadas e contempladas em toda a investigação:

“as reuniões foram observadas e as discussões gravadas em áudio e, posteriormente, transcritas”…”os dados para a realização desta pesquisa eram as interações entre os participantes, foi realizado um estudo de natureza qualitativa com base no método de análise de conteúdo".

 

Do ponto de vista experimental, é fundamental que exista participação e colaboração de todos os intervenientes de forma a recolher o máximo de fatores envolvidos, o que nem sempre é fácil. Neste artigo, é possível verificar como toda a pesquisa foi delineada assim como a sua abrangência pelos membros pertencentes à equipa de pesquisa:

“Pesquisadores de tecnologia educacional (TE), professores de medicina, web designer, alunos de doutorado e mestrado em TE, e alunos de iniciação científica de biologia, informática e medicina.”

 

Neste campo poderemos dizer que não se aplicam apenas metodologias qualitativas e/ou quantitativas, recorrendo às mesmas sempre que necessário consoante as necessidades e o decorrer da investigação.

 

 

3) Que dificuldades antecipam na sua implementação? 

O desenvolvimento deste tipo de investigação envolve muito tempo, implicando um aumento dos custos, assim como requer interesse e envolvimento por parte de todos os intervenientes.

 

No artigo analisado as “crenças dos pesquisadores foram convergentes, delineando um processo equilibrado de negociação”. Esta característica permitiu o desenvolvimento de um “trabalho marcado pelo consenso, facilitando a compreensão do problema e a construção da identidade coletiva” indispensável para o trabalho em equipa em projetos dessa natureza. Assim sendo, a convergência foi uma característica peculiar deste grupo, porém, isto nem sempre ocorre neste tipo de investigação, tornando-se necessário o enfrentamento dos conflitos para se viabilizar um projeto comum. 

 

 

4) Quais as principais implicações/conclusões?

Neste estudo, parece ser possível concluir-se que, a planificação, construção e implementação da investigação foram bem definidos, realizada através de um trabalho colaborativo entre investigadores e professores, permitindo verificar qual o método mais coerente de implementar o ambiente virtual e a melhor forma a contemplar e aproximar a teoria à prática. De certa forma, este tipo de investigação, pretende compreender de um modo prático como se aprende e quais os meios que garantam que a aprendizagem ocorra de forma correta. O envolvimento de vários domínios, e contornando as dificuldades, como já referido, que possam vir a surgir neste tipo de investigação, este método de investigação procura uma solução baseando-se na prática.

 

Este tipo de pesquisa porém, poderá levar a imensos dados que por vezes são de difícil análise, contudo, na maioria das vezes são dados adquiridos com bastante relevância. Cabe então neste tipo de investigação ter em atenção as conclusões resultantes, uma vez que pretende-se que as mesmas obtidas com o estudo sejam claras tanto para o investigador como para a comunidade envolvente, tendo por base, que os resultados obtidos foram validados através das consequências das experimentações em contexto real.

 

Referências Bibliográficas

ANDERSON, TERRY (2005) - Design-based Research and its Application to a Call Centre Innovation in Distance Education - Canadian Journal of Learning and Technology.

Consultado a 12.02.2012, disponível em http://auspace.athabascau.ca/bitstream/2149/741/1/design_based_research.pdf

 

RAMOS, P. ; STRUCHINER, M. (2011) - Desenvolvimento de um ambiente virtual para o ensino da medicina por uma equipe multidisciplinar: fatores que influenciam a análise do problema educativo.

Consultado em 10.02.2012, disponível em http://www.scielo.br/pdf/icse/2010nahead/aop4310.pdf